iPod Touch: Primeiras Impressões

ipodandoscreen.jpg

Tendo-o em mãos há pouco mais de 24 horas, já cheguei a algumas conclusões positivas e negativas em relação a essa belezura!

Primeiramente, as negativas:

– Se você tem dedos grandes, com certeza terá dificuldades em digitar. Os caracteres são bem coladinhos e por isso exige certa paciência. Eu tenho os dedos finos e assim mesmo dei umas “derrapadas” pra digitar.
– A bateria tem autonomia de 22 horas para áudio e 5 horas para vídeos, mas se você não desligar a conexão WiFi, essa autonomia cai bastante.
– O visor fica cheinho de marcas de dedo, óbvio! Por isso, a flanelinha que acompanha o produto será, sem dúvida, um dos acessórios mais utilizados. Eu aconselho não retirar o plástico protetor, já que não atrapalha em nada no funcionamento.
– Custa alguma coisa colocar uma capinha ou um clip para prender o iPod? Saudades do clip do Mini e da capinha de veludo do Nano 1G!

As positivas:

– Eu achei muito fácil a interface do Touch. Pensei que seria complicado me achar por lá, mas me enganei. Também achei bonita e organizada.
– A qualidade de som é a mesma. Como não sou exigente, pra mim é um ponto positivo.
– É fascinante a Touch Screen! Ainda não cansei de passar meus dedinhos nesse bichinho!
– O Touch vem com o melhor acessório ever!!! Uma base para apoia-lo para assistir os vídeos! Vocês não sabem o que eu reclamava do iPod Video por não ter um acessório desses (que viesse com ele). Show de bola!

O iPod Touch é um iPhone que não fala. Se você não está a fim de esperar pelo iPhone ou tem medo de ter alguma dor de cabeça quando adquirir um, recomendo o Touch. Música, vídeos, fotos e internet ao toque dos seus dedos!

Cya!

Ouvindo: Vanessa da Mata e Ben Harper – ‘Boa Sorte (Good Luck)’ – no iPod Touch